CONVERSA RASA COM QUEM CONHECE PROFUNDAMENTE

Corri esticando a minha mão para segurar a porta do elevador, mas alguém lá dentro, colocou o braço antes, fazendo o favor de me deixar entrar. — Obriga… — disse assim que entrei, mas o rosto familiar me fez esquecer o resto das letras. Era ele.  Ele com aquele terno cinza que tanto gostava eContinuar lendo “CONVERSA RASA COM QUEM CONHECE PROFUNDAMENTE”